Layout by VICKYS.com.br

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Quem sou eu?

Sempre me deparo com essa pergunta pra onde quer que eu olhe, principalmente no que diz respeito à Internet. Se formos o que gostamos, comemos e sentimos, então eu sou...

...A rainha do Egito. Sou dragão branco da sorte. Sou detetive belga. Sou menino de óculos e cicatriz na testa fazendo mágica. Sou velhinha fazendo crochê enquanto resolve mistérios. Sou um pastor alemão brincalhão. Sou leão, feiticeira e guarda-roupa. Sou sacerdotisa de Avalon.

Sou um excêntrico e assustador fabricante de doces. Sou menino que nunca envelhece. Sou arqueóloga desenterrando múmia. Sou barbeiro sanguinário. Sou anjo que cai na Terra em busca de amor. Sou pirata que busca a vida eterna. Sou o estopim da Guerra de Tróia. Sou elfo arqueiro competindo com anão pra ver quem mata mais inimigos. Sou gato gordo e preguiçoso. Sou preguiça pré-histórica sobrevivendo às mais diversas situações. Sou panda que luta kung-fu.

Sou escritora famosa, fascinada por Prada. Sou detetive forense em Miami, Nova York e Las Vegas. Sou a delegada-chefe Brenda Leigh Johnson. Sou eu quem investiga as mortes do pessoal da Marinha. Sou eu quem prende assassinos seriais traçando perfis psicológicos. Sou médicos e enfermeiras tentando salvar vidas. Sou departamento que soluciona casos em aberto. Sou uma Gilmore. Sou Winchester, mais do que nunca.

Sou Lucy e seu céu com diamantes. Sou lunático, que se dane! – sou eu que to pirando. Sou eu a quem rosas, acompanhas de bilhetes, deixam nervosa. Sou brinquedo torto. Sou quem acredita que deve se viver um dia de cada vez. Sou convidada dos deuses para dançar no meio-fio. Sou eu que me sinto tão bem quando são nove da tarde. Sou eu quem está quebrando hábitos esta noite.

Sou vermelho. Sou repicado. Sou máscara de mamão. Sou creme de pentear de damasco. Sou Seda. Sou creme hidratante de morango com champanhe. Sou perfume de lavanda e camomila. Sou lápis preto. Sou máscara de cílios. Sou brilho sabor kiwi. Sou rosa cor-de-boca.

Sou jeans e blusinha. Sou saias e shorts. Sou vestidos coloridos. Sou bolsas, cachecóis, cintos. Sou lingerie. Sou brincos grandes e brilhantes. E sou sapatos, de salto alto.

Sou macarrão ao molho sugo. Sou frango cozido, frito, refogado. Sou strogonoff. Sou Yakissoba. Sou batata frita, casquinha mista do Mc Donald’s, molho shoyu; e os três juntos. Sou pipoca doce. Sou chocolate. Sou caipirinha de morango. Sou vinho. Sou Cuba Libre. Sou chá quente à noite. Sou cafeína: líquida, sólida e injetável.

Sou Mercedão com motorista. Sou entregas pela Internet. Sou livro antigo com capa dura e páginas amareladas. Sou MP3, mas ainda assim sou CD, com encarte e tudo. Sou DVD com sorvete de flocos. Sou parque público. Sou show de rock. Sou papel e caneta. Sou marca-texto verde.

Sou verão. Sou praia. Sou cerveja e peixe frito em quiosque no calçadão. Sou picolé de limão na areia. Sou duas bolas de sorvete de menta com calda de chocolate e confetti, em mesas de plástico brancas. Sou feira de artesanato, sou tatuagem de henna.

Sou fotografias em papel. Sou bichos de pelúcia. Sou chaveiros. Sou violão, guitarra e teclado. Sou cortina. Sou edredom. Sou pantufa. Sou mural de estrelas. Sou madeira escura.

Sou teimosa. Exigente. Perfeccionista. Chata. Mal-humorada. Irritante. Nojenta. Manhosa. Medrosa. Relaxada. Desanimada. Baixo-astral. Carente. Nervosa. Explosiva. Ignorante. Burra. Feia. Imbecil. Rancorosa. Vingativa.

Sou alegre. Paciente. Corajosa. Determinada. Romântica. Carinhosa. Inteligente. Bonita. Positiva. Modesta. Estudiosa. Divertida. Bem-humorada. Carismática. Sociável. Energia pura. Auto-suficiente. Sexy. Calma. Pacífica. Adorável.

Sou anjo e demônio. Deusa e mortal. Herói e vilão. Dia e noite. Chuva e sol. Frio e calor. Doce e salgado. Azedo e amargo. Tudo e nada. Sou opostos, e eles se atraem.

Sou tudo isso e mais um pouco. Se você escolher conviver com uma de nós, terá de conviver com todas. Se não agüentar uma delas, então é melhor não ficar com nenhuma.

Posted by Thata @ 19:54

11 Comentários

Anonymous Léo said...

"Quem sou eu?" talvez seja a pergunta mais difícil de responder...

Adorei as definições, eu até escolheria uma, mas tem tantas que confundi, em caso de dúvida fico com todas mesmo.

Beijooooooooo

2 de outubro de 2008 09:27  

Blogger THIAGO PAULO said...

Adorei isso, muito legal. Sabe que odeio essas perguntas da internet, porque não consigo responder. Mais dessa manei fica muito mais fácil.

Nossa, você escreve muito bem, e tudo graças aos livros, não é mesmo?! Quando estiver escrevendo assim, estarei feliz:)

Abraços...

2 de outubro de 2008 14:49  

Blogger Gabriel Leite said...

Baita texto auto-biográfico, hein?!

Eu prefiro não pensar em quem sou eu. rs

É muito complexo.

2 de outubro de 2008 21:07  

Blogger Juliete Souza said...

Adorei teu texto, mto bom msm.
Acredito que todas as pessoas já se perguntaram ao menos uma vez, quem eram de verdade, até eu já me perguntei.

Bju =D

5 de outubro de 2008 12:49  

Blogger Marcelo said...

A grande sacada de tudo é isso mesmo: ser de tudo um pouco, e de pouco só temos aquilo que ainda não fomos.
Isso é bem mais do que um jogo de palavras.

A gente se pergunta a vida toda quem somos e nos surpreendemos com a resposta dada cada vez. Quanto mais velhos, mais somos nós mesmo... e conviva com isso até o zerar das pressões sistólicas e diástólicas... e tchau.

Em tempo:
Por causa da pertinência e inteligência do seu comentário no saco de filó fui atraído para cá.
Parabéns, garota! Sensatez e inteligência hoje é mercadoria rara.

Abraços

6 de outubro de 2008 19:52  

Anonymous Léo said...

Sim, sim, vodca é bom, é ótimo...

Eu nem me confundi tanto.rsrsrs

Beijooooooo

7 de outubro de 2008 11:21  

Blogger Darth said...

Realmente essa pergunta: Quem sou eu??? é algo que quase ninguém saberia responder por completo

7 de outubro de 2008 11:38  

Blogger Malu said...

Oiê...
Adorei o seu texto! Muito bom. Eu odeio essa pergunta também porque nunca sei o que responder. Sou tantas que nem cabe num espaço.
Bjs

8 de outubro de 2008 15:14  

Blogger Gabriel Leite said...

Ah, eu adoro China in Box, mas sempre separo o verdinho e as cebolas que vêm com aquela carnezinha que parece uma minhoca.

8 de outubro de 2008 19:55  

Blogger Gabriel Leite said...

Bug's Life forever!

13 de outubro de 2008 18:47  

Anonymous Léo said...

Digamos que meu pai também não é dos mais falantes, mas como eu falo por ele e por mim o papo rende.

Eu adoro pessoas prolixas, adoro conversar, falar, falar, falar...

Quanto a pescar é 8 ou 80 ou gosta ou não. No meu caso eu mesmo falante e passando a imagem de hiperativo eu sou a calma em pessoa, adoro ficar a beira de um lago ou no meio do rio refletindo, pensando e claro tomando umas.

beijoooooo

14 de outubro de 2008 10:02  

Postar um comentário

<< Home

Nome:
Local: São Bernardo, São Paulo, Brazil

Merece um clique

. Capinaremos
. Frenesi
. Guerras Secretas
. Saco de Filó
. Substantivolátil
. Suellen Pereira

Já foi dito

. Ler, ler, ler!
. A cara do dono
. Aleluia, voltei!
. Amigo pra vida inteira
. "Eu não tenho tempo"
. Você: a pessoa mais importante do mundo!
. Virada Cultural, o Retorno
. Virada Cultural
. O motivo pelo qual eu não assisto jornal
. Eu sou besta...

Créditos

[ Layout ]
VICKYS.com.br

[ Powered by ]